Buscar
  • SZTAJN2GO

Sua mala de viagem - Post 1



Se tem uma coisa desafiante é fazer bem uma boa mala de viagem. Isso sem falar na mala de bordo. Ambas, fundamentais para o viajante.

Mas, antes mesmo de pensar no conteúdo, primeiro é preciso considerar a mala que se vai levar. Sem entrar no mérito de quesitos técnicos, como as novas tecnologias disponíveis no mercado, o caso aqui é dar uma visão geral do assunto no que se refere ao volume e ao peso que está diretamente relacionado à franquia de bagagem permitida em razão do bilhete aéreo adquirido e o conteúdo. Informações gerais que iluminam os assuntos, e se você precisar pesquisar profundamente, já sabe por onde começar.

O resumo da ópera em relação à sua mala é a escolha de uma peça resistente aos rasgos e maus-tratos - não se iluda, são atiradas, jogadas e maltratadas independentemente dos melhores aeroportos onde são manipuladas.

Assim, devem ser resistentes e de preferência com uma estrutura leve, bem lacradas, com cadeado / fechaduras em todos os volumes e rodízios para facilitar o transporte. Se maleáveis ou rígidas, em ambas há vantagens e desvantagens. Para mim, essa questão depende mais do estilo e do tipo de viagem.

Expansíveis

Quando você pensa que utilizou tudo o que podia, ainda existe uma reserva de gordura para os excedentes na abertura do zíper que expande o espaço. Um alívio!



Maleáveis ou rígidas

Há quem prefira as maleáveis de tecido e há quem prefira as rígidas. Para decidir entre uma ou outra, a experiência me diz que é mais uma questão de preferência pessoal e do tipo de viagem que se vai fazer. As de tecido são mais elásticas e desde que o tecido seja de boa qualidade, consegue-se otimizar melhor o espaço e o que conseguimos guardar nelas.

Frequentemente prefiro as maleáveis às rígidas, mas por ter mais a ver com o meu estilo de viagem, onde o volume vai me acompanhar em muito percurso off road, deslocamentos contínuos, terrenos ríspidos e restrições nos limites e franquias dos quilos que me são concedidos.

Malas e restrições das companhias aéreas

Malas excepcionalmente grandes, fora dos padrões clássicos, não têm sido aceitas e nem se mostram práticas para qualquer que seja a viagem. A mala grande não é factível, nem viável. Aliás, é insuportável.

Prefira as malas de tamanho médio

A cartilha de todo bom viajante. Mala só se for média ou pequena. A mala pequena é assim como o maior desejo em aspiração de um bom viajante. Caber a necessidade e o desejo num único frasco pequeno e ainda por cima poder voar pelas companhias aéreas low-cost com a bagagem de bordo.

Gosto dos bolsos e invólucros na parte externa, capazes de armazenar rapidamente um guia de viagem, os mapas e outras coisas que prefiro que estejam mais ao alcance da mão. Já as rígidas me parecem organizar melhor o espaço e podem ser extremamente leves, embora muito resistentes. Quando permaneço por mais tempo nos lugares, utilizo portos e aeroportos com melhor estrutura e disponho de mais conforto, utilizo as rígidas porque organizo melhor o espaço interno.

Mas, independentemente de qualquer coisa, suas malas devem estar devidamente identificadas, inclusive as malas de mão e o volume para o acondicionamento de equipamento fotográfico.

Uma boa ideia é identificar a mala por fora, etiquetando, e também identificá-la internamente.

E, aconselho a se tirar uma foto da mala por fora e guardar nas imagens do seu celular. Em caso de extravio, para melhor identificar o volume no formulário que deverá ser preenchido ainda na área de bagagens, antes que você ganhe o saguão de desembarque, onde dará notificação a companhia aérea transportadora de que sua mala não chegou no desembarque, pede-se detalhes do volume. Fica mais fácil descrever a sua mala se você tiver uma imagem.



Vale ressaltar ainda que as malas diferenciadas, que chamam muita atenção, são notadamente objetos mais frequentes de extravio e manuseio impróprio. Se leveza é fundamental, descrição é vital, porque o tal do mishandling de malas que desaparecem nos aeroportos tem a alta propensão para os volumes que chamam mais atenção.

Antes de voar, seja para ir ou retornar, o melhor é embrulhar a sua mala com o empacotamento oferecido pelas máquinas especializadas encontradas nos aeroportos. A redução no desaparecimento ou indevida manipulação do seu volume é significativa.

Este post continua na próxima semana...

Quem Leva:

A Sztajn2 go

CONTATO: (11) 96936-1234 marcia@sztajn2go.com.br www.sztajn2go.com.br

Crédito das imagens: Vania Lewkowicz

0 visualização
Unknown Track - Unknown Artist
00:00 / 00:00
Redes sociais:
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
Fale comigo, será um prazer !
Por e-mail:. marcia@sztajn2go.com.br
No celular:. +55 11 9 6936 1234
ou por Skype: sztajn2go